Como conseguir capital de giro para sua empresa?

Dicas e informações para você melhorar a gestão em sua empresa.

Como conseguir capital de giro para sua empresa?

Como conseguir capital de giro para sua empresa e gerenciá-lo de forma eficiente?

Uma das melhores formas de dar um “upgrade” na sua empresa é conseguindo um capital de giro para investimentos para o empreendimento crescer. Não é fácil, estamos falando de dinheiro, e conseguir o suficiente para melhorar o seu negócio, e depois, gerenciá-lo, é uma tarefa que pode ser complicada.

Porém, mesmo que exija certo esforço, existem algumas maneiras eficazes de captar recursos de maneira realmente garantida. A seguir, vamos saber como, além de orientar você como fazer uma boa gerência dessa capital.

Primeira dica: procure o aporte dos sócios

Sabe aquele ditado que diz que a união faz a força? Pois bem, nesse caso, que tal buscar ajuda financeira entre os seus sócios?

Se você tem um empreendimento que está apenas no início das operações, muito provavelmente conta com o investimento dos próprios sócios, que podem lhe socorrer nesse momento. É um capital de giro conseguido de maneira rápida e sem muita burocracia.

Até mesmo porque, entre as muitas vantagens, você não precisará pagar juros (pelo menos, na maioria dos casos, sendo algo que você terá que negociar com os seus sócios).

Outra opção: antecipar recebíveis

Está aqui uma forma bem praticada pelos empresários para conseguirem um capital de giro de maneira bem rápida. Nada mais é do que antecipar o recebimento de um pagamento de algum cliente que só seria feito nos próximos meses.

Pagamentos a prazo são uma constante no comércio hoje em dia. Nesse caso, você pode se dirigir a uma instituição financeira que a faz a antecipação de recebíveis, e pegar o valor do boleto que você parcelou para o seu cliente com um desconto. É um processo quase que imediato. A taxa de juros da antecipação gira em torno de 3 a 12% a.m.

Se você tem uma empresa com um grande volume de recebíveis futuros, está aqui uma solução temporária viável. É preciso planejamento até nessa hora. Se esse dinheiro antecipado, de alguma forma, for fazer falta em seu caixa, o que estará fazendo é apenas adiando um problema que virá de qualquer jeito. Por essa razão, antes de fazer essa antecipação, é bom ver como está o seu fluxo de caixa atualmente.

Por fim: uma conta garantida

Já ouviu falar no tão temido cheque especial? Pois bem, a conta garantida é um método parecido. Mas, com uma vantagem: seus juros são bem menores. Por se tratar de um crédito rotativo, o que o banco recebe é uma espécie de “garantia de pagamento”, pode ser uma hipoteca ou mesmo cheques.

O bom é que praticamente todas as empresas podem conseguir esse capital de giro. No entanto, é bom ficar de olho, pois essa opção pode ter alta incidência de impostos. Ou seja, exagerar, e ir com muita sede ao pote, nunca!

De que forma gerenciar o capital de giro?

Para entender a importância de gerenciar bem o seu capital de giro, você, primeiro, precisa entender a importância do próprio capital de giro. Podemos dizer que se trata, basicamente, do aspecto que dá segurança ao seu negócio. Já, sem ele, a empresa pode sofrer com a baixa nas vendas, a inadimplência com os compromissos, e por aí vai.

Entendida a dimensão da questão, agora vamos às dicas. Primeiro de tudo é registrar todos os recebimentos de maneira correta, assim as análises financeiras serão as mais precisas possíveis. Monitore regularmente o fluxo de caixa, inclusive. Afinal, é através dele que dá pra ter um panorama das entradas e saídas da sua empresa.

Atenção também nos valores a receber. Por sinal, muitos gestores acabam contraindo dívidas porque fizeram uma previsão dos recebíveis sem mensurarem a possibilidade de inadimplências por parte dos clientes.

Outra forma eficaz de gerenciamento do capital de giro é aprimorar a administração do estoque. Caso este esteja com um excesso de mercadorias, significa que o capital não está sendo bem investido. Dessa forma, melhore a gestão de estoque, controlando bem as vendas feitas, para que não se tenha excedentes, nem a falta de produtos.

E, finalmente, tente fugir de todo e qualquer empréstimo. Afinal, as taxas de juros são, geralmente, altíssimas, o que pode provocar, a longo prazo, o efeito “bola de neve”.

Esperamos que essas dicas tenham sido úteis, e que você possa ter um capital de giro sempre bem gerenciado em sua empresa.


Sollo ERP é a plataforma para quem deseja melhorar a gestão e aumentar os resultados de seu negócio. 
Gere vendas, notas fiscais e controle seu estoque com eficiência e o melhor de tudo: é totalmente online.

Conheça o Sollo ERP e tenha 7 dias de trial 😉

Como se livrar de uma vez por todas das planilhas financeiras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *