NFC-e requer ainda mais atenção de varejistas em 2019

Dicas e informações para você melhorar a gestão em sua empresa.

NFC-e requer ainda mais atenção de varejistas em 2019

NFC-e requer ainda mais atenção de varejistas em 2019

A NFC-e, é a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, que é usada em quase todo o país, e que a partir de janeiro de 2019, passa a ter a sua emissão como uma obrigatoriedade. Por isso, continue lendo, e saiba a emissão da NFC-e.

O que é a NFC-e?

A NFC-e precisa ser emitida após qualquer tipo de compra que ocorra entre um estabelecimento comercial e entre uma pessoa física. Para que o varejo possa fazer esta emissão, é necessário que ele possua certificado digital.

Para todos os comércios varejistas, que efetuem uma venda direta para o consumidor final, e que não tenha a necessidade de informar o CPF no documento, tem a obrigatoriedade de emitir a NFC-e.

Já para os comércios varejistas que efetuam a venda direta para o consumidor final, e que fornecem o eu CPF ou o seu CNPJ no documento fiscal, pode somente emitir a Nota Fiscal Eletrônica.

Conheça as vantagens para a empresa em emitir a NFC-e

Uma vantagem e emitir a NFC-e, está no fato de ser algo muito ágil, moderno e transparente. Para que ela possa ser emitida, ela não precisa de uma impressora especial, pois pode ser usado equipamentos a laser ou térmicos.

A outra vantagem consiste em ser uma simplificação da obrigação assessória, e também na transmissão em tempo real online, na redução dos gastos com papel, em poder usar novas tecnologias, entre outros.

Vantagens da emissão da NFC-e para o consumidor final

Para o consumidor final, as vantagens consistem em transparência, modernidade, e mais acesso aos fluxos de informação para conferir a autenticidade do documento.

Para os consumidores que possuem o seu CPF no documento, podem participar de programas de combate à sonegação, que em muitos lugares oferecem prêmios e dinheiro para o contribuinte.

A NFC-e foi projetada para ser 100% online, dispensando assim a necessidade de emissão de papeis, e podendo ter um controle maior para os agentes tributários.

Para a maioria dos comércios varejistas a implementação da NFC-e já foi feita e está sendo usada com sucesso. Para as que ainda faltam, o prazo máximo foi janeiro de 2019.

Então, se o seu comercio ainda não possui este mecanismo de emissão, entre em contato com o seu contador para que ele possa te ajudar a regularizar, e te orientar de como as emissões devem ser feitas.

Quanto antes a adequação da sua empresa for feita, melhor será para ela e também para os seus clientes. A emissão acontece de forma bem rápida, em menos de um minuto você consegue fazer esta emissão para o consumidor final.

São apenas 5 cliques para que todo o processo seja feito, dando assim, mais agilidade para os seus atendimentos, e menor burocracias para os seus clientes. Desta forma, ambos os lados saem em vantagem.

Por que é importante emitir a NFC-e

Para que o seu comercio ou empresa possam crescer e de desenvolver, é muito importante que todas as obrigatoriedades fiscais sejam cumpridas. Estar dentro destas obrigatoriedades, evita também que o varejista tome multas, e tenha o seu negócio prejudicado.

Quando o comercio está em dia com as suas obrigações fiscais, o cliente sente mais confiança e dá mais credibilidade para o comercio, o que também o ajuda a se desenvolver muito.

Com isso, podemos ver como é importante a emissão da NFC-e tanto para o comercio, como também para os seus clientes.

Não perca mais tempo, regularize agora mesmo a emissão de NFC-e do seu comercio, e ofereça um atendimento mais completo e satisfatório para os seus clientes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *