Qual a diferença do Certificado A1 e A3?

Dicas e informações para você melhorar a gestão em sua empresa.

Qual a diferença do Certificado A1 e A3?

O certificado digital A1 embora possua características muito semelhantes do certificado A3 têm algumas diferenças importantes de serem analisadas.

E além da operacionalidade que cada tipo possui, a escolha mais apropriada para sua empresa pode gerar economia no longo prazo.

O certificado digital é a validação jurídica para transações eletrônicas e serviços via internet, permitindo a sua conexão segura junto a SEFAZ.

Essa prática possibilita que as empresas se identifiquem e garantam a integridade e autoria sobre um arquivo eletrônico, trazendo maior segurança e agilidade em suas operações.

As chamadas Autoridades Certificadoras são as entidades que podem emiti-los no Brasil, e ambos os tipos fornecem nível de segurança e criptografia suficientes que garantem a segurança das operações, mas é importante entender as diferenças entre eles.

E será sobre isso que iremos falar neste artigo, esperamos que tenham uma ótima leitura.

Vantagens dos certificados digitais:

Sabemos que os certificados digitais autenticam seus portadores para as pessoas, sites e até mesmo recursos de rede, como roteadores – para garantir que quem envia o certificado é quem diz ser. Eles protegem dados que são trocados online contra roubos ou violações.

Os certificados podem ser emitidos para vários usos, desde web do usuário, autenticação do servidor web ou segurança do protocolo de Internet.

Certificado digital A1

Trata-se do arquivo digital gerado e armazenado eletronicamente no próprio computador pessoal do usuário, com validade de 1 ano.

O acesso se dá, através de um login e senha disponibilizados e cadastrados no primeiro acesso do usuário, ficando salvo na máquina para uso posterior.

No caso do certificado A1, a assinatura digital é realizada através do disco rígido do computador, o qual, armazena também a chave privada.

Certificado digital A3:

Já o certificado digital A3 está disponível em token ou cartão, e pode ser utilizado em qualquer computador, com validade de 1 a 3 anos.

Ele armazena e processa os dados em token (hardware parecido com um pen drive, que carrega diversos dispositivos de segurança) ou cartão inteligente (semelhante aos cartões bancários, possuem um chip criptográfico que garante maior segurança), através de um login e senha, que deve ser informado a cada novo acesso.

Alguns serviços que precisam do modelo de Certificado do tipo A3: SPED Contábil (Escrituração Contábil Digital); DOI (Declaração Sobre Operações Imobiliárias); e-CNHsp e e-CRVsp, ambos somente para o Estado de São Paulo; e o Siscomex (Sistema Integrado de Comércio Exterior).

As informações registradas nestes dispositivos podem ser acessadas em qualquer computador e possuem a validade de até 36 meses. A assinatura digital é realizada através do chip presente nos equipamentos que oferecem tal solução.

Qual certificado é melhor?

Sabemos que não existe uma resposta definitiva, porém o certificado digital A3 tem uma grande vantagem. Ele oferece um nível ainda maior de segurança, pois é inviolável e está dentro de um token.

Já o certificado digital A1tem como sua principal vantagem, o fato de que o próprio computador terá o poder de realizar a assinatura digital. Se a sua empresa por exemplo, emite uma grande quantidade de notas fiscais por dia, é um ponto a ser considerado pela agilidade.

Além disso, podemos destacar que os documentos com certificado digital A1 apresentam melhor desempenho, pois, apesar de o certificado A3 apresentar maior validade, nem todos os dispositivos apresentam suporte e compatibilidade no ambiente operacional.

Porém para complementar é necessário que as empresas invistam em softwares e ferramentas que possam realizar os serviços de emissão das notas de uma forma totalmente online.

E com sistema SOLLO –  que é um gerador de documentos fiscais inteligentes, você poderá emitir seus documentos fiscais de forma fácil e rápida em apenas 4 passos.

O sistema Sollo está sempre atualizado para as mais novas versões de layout dos documentos fiscais, como a NF-e 4.0 e possui um recurso onde você pode liberar acessos de seus documentos fiscais para sua contabilidade realizar downloads dos XMLs e PDFs.

Você poderá conhecer a ferramenta por meio deste link aqui Sollo ERP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *